Saiba como se proteger contra roubo de identidade e fraudes na internet

Com a tecnologia atual é possível se conectar ao redor do mundo, fazer compras on-line e controlar dispositivos remotamente a partir de smartphones. Entretanto, com essa conveniência adicional, os riscos de roubo de identidade e fraudes na Internet aumentam.

À medida que a tecnologia continua a evoluir, os cibercriminosos usarão técnicas mais sofisticadas para explorar a tecnologia e roubar sua identidade, informações pessoais e dinheiro. Para se proteger de ameaças online, você deve saber o que procurar. Abaixo reunimos os três principais tipos de ameaças relatados em 2018:

É a aquisição ilegal e o uso das informações pessoais de outras pessoas para obter dinheiro ou crédito. Os sinais de roubo de identidade incluem faturas de produtos ou serviços que você não comprou, cobranças suspeitas em seus cartões de crédito ou novas contas abertas em seu nome que você não autorizou.

Ocorre quando você recebe um e-mail ou ligação de uma pessoa que afirma ser um funcionário do governo, membro da família ou amigo solicitando informações pessoais ou financeiras. Por exemplo, um impostor pode contatá-lo da Administração do Seguro Social, informando que seu número de Seguro Social (SSN) foi suspenso, na esperança de que você revele seu SSN ou pague para reativá-lo.

Esse golpe ocorre quando criminosos tentam cobrar uma dívida fraudulenta. O sinal de que o “cobrador de dívidas” pode ser uma farsa aparece quando é solicitado que a dívida seja paga por transferência bancária ou cartão de crédito. Habilite a autenticação de multifatores (MFA) para garantir que a única pessoa que tenha acesso à sua conta seja você. Confira mais sobre como utilizar essa proteção em nosso artigo: Autenticação de Multifatores – O que é e como funciona?

De acordo com as orientações do NIST, considere usar a senha mais longa permitida. Seja criativo e personalize sua senha para sites diferentes. Essa prática pode dificultar o acesso de cibercriminosos e manter seus dados seguros.

Mantenha seu software atualizado para a versão mais recente disponível. Ative as atualizações automáticas para que você não precise pensar nisso e programe seu software de segurança para executar verificações regulares.Mantenha-se protegido enquanto estiver conectado: o ponto principal é que, sempre que você está online, você fica vulnerável.Ao navegar na web, verifique o ícone de cadeado na barra do navegador – isso significa que você está realizando uma conexão segura.

Evite o acesso gratuito à Internet sem criptografia para garantir a proteção de seus dados.

Se você for usar um ponto de acesso público não seguro, pratique uma boa higiene na Internet, evitando atividades sensíveis, (por exemplo, serviços bancários) que exigem senhas ou cartões de crédito. Seu ponto de acesso pessoal geralmente é uma alternativa mais segura ao Wi-Fi gratuito.

Não revele informações de identificação pessoal, como número da sua conta bancária, RG, CPF ou data de nascimento, a fontes desconhecidas.

Digite os URLs do site diretamente na barra de endereços em vez de clicar em links ou recortar e colar.A Wider Solutions está a disposição para garantir a proteção de suas informações. Clique no botão abaixo e contate um de nossos profissionais para te ajudar na escolha da melhor solução de acordo com a sua necessidade:

 

Compartilhe:

Fale Conosco

*campos obrigatórios